Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Dia nerd

Publicado: Segunda, 13 de Agosto de 2018, 15h20 | Última atualização em Terça, 07 de Abril de 2020, 16h08

Campus Pouso Alegre abre suas portas para o mundo dos games, cosplay e ficção científica

O dia também foi de comemorações pelos oito anos de atividades do Campus e pelo dia do estudante

Cultura nerd 2018 94O sábado letivo no IFSULDEMINAS – Campus Pouso Alegre, trouxe uma série de atividades para ampliar os conhecimentos dos alunos e da comunidade. Foi o 3º Dia da Cultura Nerd com games virtuais, jogos de tabuleiro, apresentações culturais, cosplay e um bate papo sobre física, cultura nerd e Harry Potter.

“Uma ideia bem diferente, um dia para descansar a cabeça dos estudos e trazer a comunidade externa para se envolver com a galera do Instituto. É o que está na mídia, o que a galera curte, então tem que abraçar e trazer para o Instituto mesmo”, disse Michele do Nascimento, estudante de Engenharia Civil.

O dia também foi de comemorações pelos oito anos de atividades do Campus e pelo dia do estudante. Teve bolo, parabéns e um abraço coletivo. As primeiras apresentações ficaram por conta dos alunos que integram o projeto “Musicalidades”. Também teve dança, teatro de improviso e muita diversão com as fantasias.

“O campus fica aberto para um tipo de temática que as escolas tradicionais recusam bastante. O fato da cultura nerd estar tão presente na vida dos nossos adolescentes faz com que a gente possa enriquecer ainda mais o processo educativo. Eles produzem o teatro, a música, a dança e as exposições num tema que eles conhecem bastante e nós professores acabamos aprendendo mais do que ensinamos”, comentou o professor de Artes, Emerson Simões.

Sobre a cultura nerd

A cultura nerd surgiu nas décadas de 1950 e 1960. Na época, ela era vista de uma maneira bastante pejorativa e muito desvalorizada. Mas, se antes, eles faziam parte de um grupo de esquisitos, considerados estranhos e antissociais, hoje eles reaparecem na crista da onda.

“Eventos como esse são interessantes pois popularizam bastante a cultura nerd que hoje em dia é um sucesso e anima os alunos. A cultura nerd envolve muitas disciplinas como a literatura. Então você pode trazer esses livros de ficção científica e de fantasias para o ensino de línguas, questões de jogos de tabuleiro que envolve muita estratégia, matemática”, disse o professor Fernando Scheffer.

Quem curtiu a juventude até a década de 1990 vai associar o nerd àquela figura de óculos fundo de garrafa, cortes de cabelo caretas, com timidez e inteligência acima da média, zero em popularidade. Mas com a chegada dos anos 2000, a tecnologia afastou os amantes de super-heróis, Star Wars e Senhor dos Anéis do estereótipo de inabilidade social para colocá-los como figuras que ditam tendências e orientam o mercado da cultura pop.

Segundo o professor de Física da Universidade Federal de Alfenas, Samuel Bueno Soutal, que participou do bate papo sobre física e cultura nerd, com a mídia Cultura nerd 2018 89de massa, os nerds ganharam o primeiro plano em vários aspectos. “Por exemplo: os filmes passaram a ter consultores científicos, cientistas que dizem ao diretor como as coisas funcionam no universo do ponto de vista da mecânica quântica e isso fez reascender nas pessoas que curtem esse tipo de filme ou quadrinhos o interesse por ciência. Estando na universidade conseguimos identificar o aumento no número de alunos interessados em ciência e esses alunos têm esse perfil de gostar de mangá, quadrinhos, ficção científica”.

Para o Coordenador de Cultura, Esporte e Lazer do Campus Pouso Alegre, professor Luiz Antônio, o dia da cultura nerd contribui sob vários fatores. “Em relação aos nossos alunos, é uma forma de criarmos um clima mais amigável. Eles se voluntariam para essas ações e é algo que eles se distraem bastante. Então é um dia descontraído em que conseguimos trabalhar outros aspectos da formação deles como as questões cultural e social”.

“Há um grande envolvimento dos alunos e isso reflete no ensino sobretudo na questão da leitura, pois os estudantes são motivados a lerem mais livros, verem documentários e séries e estarem se atualizando quanto a diferentes saberes e não apenas presos no que é ensinado no ensino técnico ou tradicional. Incentivamos que ele busque além disso”, comentou a diretora do Campus e idealizadora do evento, professora Mariana Felicetti.

Quem participou do dia da cultura nerd, aprovou. “Muitas revistas em quadrinhos, séries, trazem temas ligados ao nosso cotidiano, tem aprendizado, não é apenas diversão. E por ser algo de interesse dos alunos acaba trazendo mais pessoas para o dia a dia do Instituto”, contou William Simões, alluno de Edificações (subsequente).

Para a desenhista Bárbara Bueno, eventos como esses são fundamentais porque o aluno não fica apenas focado no curso dele, mas precisa entender como interagir com o mundo. “As pessoas não têm apenas o lado profissional, então é importante também desenvolver esse lado pessoal, essa particularidade dela de ter hobbies e interesses. E isso une os alunos, servidores e comunidade externa”.

Ascom/Campus Pouso Alegre

13/08/2018

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página