Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Notícias > Projeto Integrador
Início do conteúdo da página

Projeto Integrador

Publicado: Quinta, 28 de Novembro de 2019, 14h24 | Última atualização em Quinta, 28 de Novembro de 2019, 14h32

Alunos de Edificações reúnem todo o conhecimento adquirido no curso em projetos de impacto social

IMG 7819Você acha difícil quando um professor pede um trabalho sobre um tema específico abordado dentro de uma disciplina? Então imagine quando você é desafiado a reunir, em um único projeto, todo o conhecimento aprendido ao longo de um curso com duração de três anos. No Campus Pouso Alegre, no curso de Edificações, disciplina ‘Projeto Integrador’, os alunos tiveram esse desafio. E, para as primeiras apresentações, foram apenas elogios.

“O resultado transcendeu os limites da disciplina. A forma como eles se comportaram na apresentação, como se colocaram nas defesas dos projetos, nas respostas que deram pra banca. Todos os projetos foram sensacionais”, disse o professor Gustavo Reis, que ministra a disciplina no Campus.

O Projeto Integrador é uma disciplina do curso integrado em Edificações, onde o aluno deve desenvolver um projeto com todo o conhecimento adquirido desde o início do curso, das habilidades de desenho técnico, passando pelo projeto arquitetônico, projetos complementares elétrico, hidráulico até o orçamento final da obra. “É a primeira experiência prática profissional dos alunos antes de receberem o diploma e saírem para o mercado de trabalho”, explicou o professor.

Esse ano, oito equipes apresentaram trabalhos com a temática pautada no impacto social. Os alunos tiveram que pensar projetos que impactassem a sociedade, no meio onde vivem. A apresentação foi feita a uma banca composta pelo orientador, dois professores internos e um externo da área. “Foi muito emocionante para nós professores que acompanhamos esses alunos desde o primeiro ano, ver a evolução deles. O que o IF proporcionou a esses alunos é maravilhoso. Ver como eles entraram e como estão saindo. Tenho certeza de que o futuro desses alunos será brilhante”, contou a coordenadora do curso de Engenharia Civil do IFSULDEMINAS, professora Fabiana Cotrin, que integrou as bancas nos dois dias de apresentação.

Experiências para toda a vida

“A Sociedade do Morango” foi um dos projetos apresentados. Um restaurante com caráter corporativista que visa ajudar produtores de morango emergentes a IMG 7822aumentarem sua renda e atribuírem mais valor à cultura da fruta. Breno Almeida Gioanini Prado – 3º ano EDF, um dos integrantes da equipe, falou da experiência de desenvolver o projeto. “Faz com que entendamos um pouco mais como é a profissão de fato e o mercado em si, o que é de suma importância para nós, futuros técnicos em edificações a ter uma ideia mais concreta do que é ser um técnico em edificações”.

A aluna Silvia Jamile Aparecida Costa também comentou sobre a execução do projeto. Ela e a equipe pensaram em uma edificação para ajudar jovens com idade profissionalizante a ingressarem no mercado de trabalho através da alta-costura. “O caminho foi difícil, mas o companheirismo, a paciência e a amizade que criamos foi maior que os problemas e nos fez ultrapassar esses obstáculos e entregar o trabalho. Vamos levar essa experiência para vida porque foi algo que nos fez amadurecer e nos fez evoluir profissionalmente”.

Pensando nas mulheres em situação de vulnerabilidade social, um dos grupos pensou na criação do Ciam – Centro Integrado de Apoio à Mulher. A ideia é que as mulheres acolhidas se socializem e, através do artesanato, tenham liberdade financeira e empoderamento feminino. Para Fernanda, uma das integrantes da equipe, elaborar o trabalho foi uma das experiências mais incríveis que já teve, no IF e na vida. “A Fernanda do início do curso é diferente da Fernanda de agora. Eu amadureci muito, cresci de uma forma que em nenhuma outra disciplina havia ocorrido. Eu não cresci apenas como aluna, mas como cidadã de forma a transformar e gerar um retorno para a minha comunidade. Isso me modificou porque me mostrou que não dá para ser um bom profissional ficando apenas sentado. Temos que ser criativos, correr atrás, inovar porque o mundo e o mercado de trabalho cobram isso da gente”.

Para o professor Gustavo, estar ao lado dos alunos na elaboração dos trabalhos e ver o quão profissionais eles foram em todo o processo, também foi uma experiência inesquecível. “Mostra a qualificação que o Instituto Federal deu a esses alunos. Eles já são técnicos em Edificações”.

Assessoria de Comunicação
IFSILDEMINAS – Campus Pouso Alegre

registrado em:
Fim do conteúdo da página