Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Notícias > Projeto Parede
Início do conteúdo da página

Projeto Parede

Publicado: Terça, 19 de Janeiro de 2021, 15h33 | Última atualização em Terça, 19 de Janeiro de 2021, 15h40

Arte em grafite na fachada do Campus traz mensagem de esperança nesse tempo de pandemia

IMG 9174Está lá, estampada na fachada do IFSULDEMINAS – Campus Pouso Alegre, para que todos que passam pelo local possam ver, a mensagem de dias melhores após a pandemia. É o Projeto Parede, uma parceria entre o Instituto, o SESC Pouso Alegre e o Sindcomércio Vale do Sapucaí, com o tema “Esperançar” a partir da reflexão do educador e filósofo brasileiro Paulo Freire.

A ideia, segundo Magda Amélia Souza dos Santos, analista de serviços sociais do SESC, era trazer um sentimento de acolhimento. “Na esperança do fim da pandemia e da chegada da vacina, fomos pensando em frases e palavras que trouxessem esse acalento, mas de forma a temporária e não tão efêmera. Chegamos, então, a Paulo Freire que dizia que precisamos esperançar não com o sinônimo de esperar, mas de fazer acontecer, juntar-se com outro e fazer de outro modo, unidos passaremos por esse processo com esperança”.

Para transformar a mensagem em arte, foi escolhido o artista Diego Dais que trabalha com a técnica de personagens em grafite. Ele conta que a partir da palavra Esperançar foi buscando os elementos para expressar o significado da frase ‘Esperançar é juntar-se com outros para fazer de outro modo’. O resultado? “Além das máscaras nos personagens, simbolizando o momento de cautela e preocupação consigo e com o próximo, eu trouxe as flores que simbolizam a beleza, o renascer a partir desse momento de isolamento. Toda crise tem uma consequência boa, tem o aprendizado, vai florir alguma coisa boa”, conta.

Diego começou no Hip Hop e de lá para o grafite foi um salto. Mostrando sua arte desde 2007, ele já participou de vários encontros nacionais de IMG 9171grafite além de organizar eventos sobre a técnica. Segundo Magda, foi a escolha perfeita para desenvolver o projeto no campus. “O projeto busca a valorização de artistas que ainda não tem renome nacional e que estão em busca dessa projeção. Já trouxemos artistas de outros Estados. Pro IF, trouxemos Diego Dais que é um artista que consegue humanizar a arte. Já nos primeiros traços notamos a consonância entre a arte dele e a nossa proposta”.

Esta é a segunda vez que o projeto Parede é levado para o Campus. Em 2019, no 1º Festival Literário e Feira do Livro do IF, o SESC compartilhou o painel do artista Gildásio Jardim, uma pintura em chita, em homenagem à Folia de Reis. O trabalho ficou exposto nos três dias do evento.

Em 2020, com a pandemia, o SESC optou por realizar o projeto diretamente em uma das paredes do Campus. Todo o projeto foi transmitido ao vivo pela fanpage do FLIF (facebook.com/FLIFPousoAlegre). Na segurança de suas casas, o público pode acompanhar todo o desenvolvimento da arte. “Conseguimos desenvolver uma arte que ficou harmoniosa com o IF e ela traz essa humanidade para as pessoas que estão no campus e para quem passa do lado de fora”, explicou Magda.

Assessoria de Comunicação
IFSULDEMINAS – Campus Pouso Alegre

registrado em:
Fim do conteúdo da página