Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Notícias > Roda de conversa
Início do conteúdo da página

Roda de conversa

Publicado: Terça, 26 de Fevereiro de 2019, 16h01 | Última atualização em Quarta, 13 de Março de 2019, 16h35

Estudante de Medicina fala da importância do foco nos estudos para quem quer alcançar os objetivos

Roda conversa 1 11Alunos dos cursos integrados participaram nesta terça-feira, 26, da primeira ‘Roda de Conversa’ de 2019 do IFSULDEMINAS – Campus Pouso Alegre. O bate-papo foi realizado pelo Setor de Assistência ao Educando – SAE - e teve como tema ‘Força, Foco e Fé: o que podemos fazer para tingir nossos objetivos’. O convidado especial foi o estudante de Medicina, Gabriel Reis, que já foi servidor no campus.

Na roda com os alunos, Gabriel começou falando de sua jornada antes de ser aprovado no curso de Medicina que sempre foi o seu maior sonho. Ele concluiu os estudos no ensino médio em escola pública em 2012 e dois anos depois passou no concurso do Instituto Federal, onde atuou como assistente de biblioteca. Nessa época dividia o tempo entre as oito horas de trabalho e um cursinho preparatório gratuito da prefeitura. Trabalhava das 8h às 17h. Estudava das 18h às 22h. E acordava às 6h da manhã porque precisava pegar dois ônibus para o trabalho.

As primeiras tentativas no vestibular não foram como ele imaginava. Chegou a passar no curso de Farmácia, mas estava longe do que ele queria. Focou na rotina de estudos através de um cursinho online. Nessa época sofreu muita pressão da família e até críticas de algumas pessoas. A dedicação aos estudos e a persistência mesmo diante das adversidades foram fatores importantes para que Gabriel alcançasse seu objetivo.

“Se você não se dedica, a chance de você conseguir é mínima. O cansaço bate, a gente pensa em desistir. Mas quando você consegue e olha para trás tudo o que você passou e ouviu, poder mostrar a força que o estudo tem é muito gratificante”.

Para os alunos dos primeiros anos dos cursos integrados, Gabriel aconselhou. “Estudem desde já. O estudo é um processo. Assistir aula é diferente de estudar. Assistir aula faz parte do processo de estudar”.

Tradutora e intérprete da linguagem de sinais, Ivanete Fonseca, que atua no SAE do Campus, reforçou aos alunos a importância de se ter um foco na vida. “Quando não sabemos onde queremos chegar, acabamos percorrendo caminhos tortuosos. E não se trata de morrer de estudar ou relaxar nos estudos, mas encontrar um equilíbrio. É saber o que você quer para a sua vida, senão qualquer coisa que vier, serve. É muito ruim ser um ser humano que não fez diferença nem mesmo para gente”.

E o que ficou para os alunos?

“Achei muito bacana tudo o que ele falou. É importante a gente descobrir um jeito de estudar. Antes eu assistia aula e começava a ler livros e ia mal nas provas. Roda conversa 1 8Depois que eu descobri que o melhor método pra mim é assistindo uma videoaula com uma pessoa me explicando eu me dei muito bem, mas tem pessoas que são melhores escrevendo e outras lendo um livro”, disse Helen Vitória Costa Vieira (2º Edificações).

Do bate papo Mateus Felipe Gonçalves, do 1º ano de Edificações disse que vai levar para sua vida “a importância do estudo para alcançar os seus sonhos. Vou levar isso comigo porque um dia quero ser Bombeiro”.

Para Pedro Henrique Coutinho, do 1º Edificações, “mesmo se durante o percurso as pessoas falarem coisas negativas, mesmo diante dos obstáculos, você deve perseguir se for o que você realmente quer. Uma vez ouvi uma frase que se encaixou muito no que ele disse: não importa quão difícil é o seu sonho, você não pode desistir”.

Assessoria de Comunicação
IFSULDEMINAS – Campus Pouso Alegre

registrado em:
Fim do conteúdo da página